Atenção!

"(...) apesar de ter mergulhado de cabeça nesse misterioso mundo das lesões neurológicas e suas possíveis consequências, não sou médica. Tudo o que coloco aqui são impressões e experiências pessoais. (...) Enfim, não sou uma profissional da saúde, apenas uma mãe muito, muito, muito esforçada em início de carreira".



segunda-feira, 12 de julho de 2010

Thera Thog

Meu pacotinho, mamãe também te chama de therathoguento. Sabe por que? É que você usa uma roupinha tipo de mergulho que chama Thera Thog. Quem inventou foi uma americana, Beverly Cusick. Que, aliás, teve a honra de te avaliar e te conhecer.

A tia Tina, sua fono, sempre ela..., já falava há um tempão da existentência desse treco. De como podia te ajudar. Mas que era muito caro. Aí, ela vivia falando que ia comprar um tecido parecido pra gente fazer uma adaptação pra você.

Mas aí, a tal Beverly veio ao Brasil dar um curso e a tia Tina se inscreveu. Desde que ela se inscreveu, falava o tempo todo como seria bom se a gringa desse uma olhada em você, mas que infelizmente não tinha mais vaga para inscrever pacientes. Só que ela é tão tinhosa, que lá, já com o curso começado, arranjou um jeito de fazer a americana precisar de um bebê para demonstração. E assim que ela convenceu a moça, rapidamnte disse que tinha a criança ideal para a tarefa.

E assim eu e você fomos parar em Niterói, na clínica onde foi o curso, para que a Beverly te usasse, por assim dizer. Mas, oh, quem saiu ganhando fomos nós. Primeiro, porque tivemos uma consulta grátis e ela falou muitas coisas legais sobre você, enquanto te avaliava. Tudo dentro do quadro que já sabíamos, mas foi bom ouvir da boca de mais uma profissional, um monte de sinais positivos que você demonstra. Os negativos, também já eram esperados. A segunda coisa legal, foi que ganhamos a roupinha de graça! É.. sua fantasia aí de mergulho custa em torno de dois mil reais. Não que a mamãe não fosse arranjar um jeito de comprar, se fosse necessário, mas que foi uma bela economizada, foi.

Bom, ok. Tudo muito bonitinho até aqui. Mas... Foi um parto até conseguirmos entrar numa rotina de colocar o thera thog todo dia. Você não gostava e mamãe aqui muito menos, já que eu era a carrasca que tinha que colocar em você. O troço já é difícil de pôr, com a sua falta de colaboração, então... eu ficava deprimida assim que acordava, pensando no escândalo que você faria e na árdua luta que eu teria pela frente. Mais uma. Fora que nas primeiras vezes, acho que o negócio apertou lá sua barriga e você dava cada golfadão sinistro... ou então ficava arrotando o tempo inteiro. Eu morria de pena e aí, ficava evitando colocar. E o seu pai só me espinafrando. Dizendo que eu estava sendo negligente e quem estava perdendo era você...

Sofri, filhote. Sofremos. Ainda sofro um pouquinho. Porque, por mais que eu já esteja bem mais craque no manejo da roupinha, ainda é bem difícil vestir e você continua sem ser muito fã desse momento.

Mas o bom é que acho mesmo que está surtindo efeito. Você tem estado mais durinho e menos puto por não conseguir fazer o que quer. Acho que está tendo mais controle e consciência do seu corpo. Tomara.

Eu e papai estamos torcendo muito pelos progressos do nosso Super Herói. Não parece roupa de Super Herói? Também brinco que você vai filmar um longa cheio de efeitos especiais, com aquele fundo azul, sabe? E o clássico do mergulho. Enfim, já estamos brincando com isso. Bom sinal. Sinal de que estamos mais relaxados. beijo, therathoguento

video

2 comentários:

  1. A tia Tina é então mais uma guerreira que faz parte da equipe de vocês, né? Acho que o longa terá mais de um super herói! O Antonio Pedro fica lindo de qualquer jeito. Até com a Thera Thog. Rs...
    Beijos carinhosos pra vcs.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que barato isso! Nunca tinha ouvido falar! Que recurso maravilhoso! Você é mesmo danada, hein Adriana?! Consegue tudo! Parabéns!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós!