Atenção!

"(...) apesar de ter mergulhado de cabeça nesse misterioso mundo das lesões neurológicas e suas possíveis consequências, não sou médica. Tudo o que coloco aqui são impressões e experiências pessoais. (...) Enfim, não sou uma profissional da saúde, apenas uma mãe muito, muito, muito esforçada em início de carreira".



sexta-feira, 23 de julho de 2010

Integração Sensorial

Oi filho, hoje mamãe vai falar um pouquinho sobre integração sensorial. Uma coisa que você precisa muito melhorar. Mas que mamãe seja justa, já evoluímos bastante.

Há um tempo você tinha aflição de uma porção de coisas como quando colocávamos a mão no seu rosto para lavar sua boca, por exemplo. Ou quando encostávamos a planta do seu pé no chão. Até de água, você tinha um pouco de nervoso. Esse quadro está de acordo com a sua malfadada lesão. É muito comum que pacientes lesenionados na parte motora também apresentem dificuldades na parte sensorial. Aliás, a tia Suzane, sua terapeuta ocupacional, foi a primeira a nos dizer que para ela a sua questão principal era essa e não a falta de movimentos em si.

Segundo ela, você tem todos os movimentos. O que te falta é uma maior consciência do seu corpo e para que cada coisa serve. E isso foi uma notícia bem boa. Já que é mais fácil tratar essa questão sensorial do que uma real ausência de movimento.

Desde então, passamos a te pentelhar o tempo todo. E muitas coisas entraram na sua planilha de atividades. A principal delas é a escovação três vezes por dia. O que é isso? Mamãe tem que te lustrar com uma escovinha específica, utilizada em hospitais, no mínimo três vezes por dia. Isso ativa as sua terminações nervosas e deixa um estímulo no seu corpo todo durante cerca de uma hora. A coisa é séria mesmo. Houve estudos que comprovaram a eficácia dessa prática. Por isso, mamãe faz de tudo pra conseguir cumprir essa meta de três vezes por dia.

O toque também é outra coisa muito, muito importante. Te apertar, fazer carinho, fazer massagem, beijar bastante suas bochechas fofas, passar a mão nos seus pezinhos... Essa parte mamãe adora. Poderia ficar o dia todo apertando essas bochechas. Eu e o tio Jander, que mamãe já disse aqui que não se aguenta tamanha a sua fofurice.

Colocar seu pé na terra na pracinha, te levar pra praia pra brincar com areia, a tal brincadeira com feijão, com macarrão, com chantily. Passar sua mãozinha em toalhas, nos nossos amados cachorros, no cabelo da mamãe... Quanto mais texturas, temperaturas, gostos diferentes melhor.

O objetivo é a dessensibilização. Tirar essa sua aflição aí que é bem aflorada e fazer você não encolher os dedinhos ou virar o rosto quando algo sensorial acontece.



Você já melhorou muito como eu disse lá em cima. Atualmente no banho, por exemplo, mamãe pinta e borda com a água no seu rosto, passa o maozão e tal e você reclama muito pouco. Às vezes, nem isso. O feijão já virou seu amigo do peito. O pé na terra da pracinha também já até dá os seus tais passinhos serelepes. E você nunca recusa meus beijos e carinhos.

O que ainda pega é a escovação na planta do pé - mas que já foi pior -, nos ombros, nos braços e na palma da mão. Você atura, mas nitidamente se incomoda. Só nas costas e nas pernas é que não está nem aí. Já é uma grande coisa.

Outra coisa que você não gostava, mas na última vez que fizemos, você não se importou e até brincou foi mexer com papel celofane. Foi lá na tia Bárbara. A prova está no vídeo abaixo. Você continua só nos dando alegrias com seus progressos, pacotinho. Mamãe não cansa de sentir orgulho de você. Beijo na ponta do nariz.
video

2 comentários:

  1. ACHO QUE FINALMENTE VC GOSTOU DESSE PAPEL QUE FAZ TANTO BARULHO. ÁFINAL A TIA BÁRBARA NÃO DESISTE NUNCA, E NEM PENSE QUE VOU DESISTTIR . NEM EU , NEM NINGUEM. BJ

    ResponderExcluir
  2. Oi Adriana, continuo lendo o blog diariamente, acompanhando toda essa evolução linda do Antonio Pedro! Fiquei um tempo sem comentar por falta de tempo, mas já tirei o atraso! Tem recadinhos meus em outros posts.
    Um beijo grande e parabéns pelo lindo trabalho que vcs estão fazendo!

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós!