Atenção!

"(...) apesar de ter mergulhado de cabeça nesse misterioso mundo das lesões neurológicas e suas possíveis consequências, não sou médica. Tudo o que coloco aqui são impressões e experiências pessoais. (...) Enfim, não sou uma profissional da saúde, apenas uma mãe muito, muito, muito esforçada em início de carreira".



terça-feira, 18 de outubro de 2011

Um dia após o outro

O ditado popular é mesmo real, filho. Sempre teremos o dia seguinte para dar uma respirada.

Após uma tarde tensa e uma noite dolorida, acordamos hoje para um novo dia e ele foi bem melhor do que o de ontem. Pra começar, logo cedo chegou a Carmem, a enfermeira que a mamãe já tinha combinado de passar um tempo com a gente, pós-cirurgia. Quem nos indicou foi a tia Valéria, mãe do Felipe. Brigada, tia Valéria! Ficaremos com ela e a Janete, que vai revesar, pelo menos até o fim da semana. De 7h às 19h, o período que você vai comer.














E isso já foi um descanso enorme pra mamãe aqui. Carmem entendeu rapidinho o modo de te dar a dieta, devagar e sempre, e fez direitinho todos os horários. Fiquei bem mais segura. Ela tem mais prática e deixa entrar menos ar. Fora isso, foi um amor com você logo de cara e você também simpatizou com ela. Resultado, muito mais do que uma enfermeira pra cuidar da gastro, Carmem foi hoje uma legítima e ótima babá. Brincou com você, passeou - sim! você viu a rua, após uma semana! -, ficou com você pra mamãe comer, tomar banho, receber amigos... Nota 1000!



Quanto ao seu comportamento com a alimentação, parece mesmo que melhorou. Ainda saliva um pouco mais do que o normal, mas não pareceu hoje ter sentido gases, pelo menos ainda, e nem desconforto forte. De manhã, até comeu uns pedacinhos de ovo mexido do sanduiche da mamãe e bebeu água, tudo porque pediu com a boca aberta e as mãozinhas. De noite, papai tava comendo chocolate e você se lambusou com ele, também porque ficou insistindo que queria pegar e comer o bombom. Enfim, sinais de que enjoado você não está.

Mas estamos nesse esquema bem cuidadoso, devagar, sem pressa e te observando muito ainda. Amanhã iremos ao consultório do tio Nicanor fazer a revisão. E aí, aproveito para tentar tirar mais algumas dúvidas. Mas, repito, quem está sendo show de bola mesmo é a tia Tina, sua fono. Está funcionando que nem pediatra. Atendendo o telefone a qualquer hora, pronta para tirar dúvidas, dar orientação e dicas. E ela ainda vem aqui amanhã ou sexta. Sempre agradecemos muito tudo o que a tia Tina fez e faz por nós, mas nunca canso de agradecer de novo. Ela é um anjo na nossa vida desde que fez você beber a primeira chuquinha na UTI, quando ninguém tinha paciência e nem levava muita fé em você.

Agora vi também que a Sandra, mãe da Heleninha, nos mandou outras dicas ótimas. É isso o que eu quero aqui! Que mães como nós consigam se ajudar. Acho que somos o maior apoio para nós mesmas. Vou devorar as dicas da Sandra e amanhã mesmo, já vou falar com o tio Jofre sobre a possibilidade de intolerância à lactose. É algo que já falamos entre nós e que não tem razão de ter a pesquisa adiada. A coisa da bomba também já foi considerada em conversas internas e pode sim ser uma boa alternativa em prol da paz e segurança.

Amanhã vou postar vídeos e fotos de como estamos te dando banho e protegendo o curativo e também mostrar como estamos fazendo para prender a mangueirinha da sonda em você, para que o troço não repuxe e não fique pendurado, correndo o risco de esticar e sair do lugar. Também vou mostrar que tipo de roupinhas estamos usando e tem dado super certo. Enfim, postarei dicas. Üteis, que só uma mãe que vive essa experiência pode dar.

Vamos ver como será a noite. Mas, graças à ajuda solidária da Tina e da Sandra, já sei o que fazer para tentar aliviar os gases. Melhor, entendi o processo de como eles acontecem e porque não saem fácil.

beijo, filho. Abaixo, vídeos do período de hospital ainda. É que lá, eu não conseguia postar vídeos.



o baby pelicano mamando:
video

minha gargalhada combustível de viver:
video

massagem com luvas de esfoliação. Antonio ama!
video

Esse é pra tia Tina! comendo batata frita. (total junkie esse menino...)
video

2 comentários:

  1. Meu Deus...que menino gostoso!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Adriana,

    como te disse cada dia melhora um pouco...graças a Deus...esqueci de falar algumas coisas, mas conforme vou lembrando posto aqui, é bom medir a sonda (a extensão que está para fora do orifício), estas sondas podem tbe entrar e ficarem mais próximas da passagem do estômago para o intestino, o que ão é nada bom. Assim sempre media a sonda da Helena para ver se ela não estava ficando menor. Esta dica foi uma amiga pediatra nefro que me deu, ela acompanha os meninos transplantados com gastro e disse que isso pode acontecer mais do que imaginamos. Outra coisa é que se a dieta for infundida muito rápido pode causar diarreia, na Helena é certeiro...rapidinho...cocozinho mole...é isso aí...vc está bem acompanhada e td vai dar certo.

    bjo

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós!