Atenção!

"(...) apesar de ter mergulhado de cabeça nesse misterioso mundo das lesões neurológicas e suas possíveis consequências, não sou médica. Tudo o que coloco aqui são impressões e experiências pessoais. (...) Enfim, não sou uma profissional da saúde, apenas uma mãe muito, muito, muito esforçada em início de carreira".



segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Então...

Então, filhotinho, aconteceu bastante coisa nesses últimos dias. Por isso, mamãe não teve muito tempo de vir aqui dar notícias.

Gostaria de fazer um post pra cada uma dessas coisas, mas também por falta de tempo e - confesso - um pouco de cansaço, vou resumir tudo num só.

Bem, a primeira coisa é que a mamãe não fica boa da danada da gripe - na verdade, é o ouvido entupido que ainda está pegando... - e isso está me deixando bem cansada e irritada. Estou constantemente surda, como que em outra dimensão e uma dor de cabeça chata também não me larga. Você, graças a Deus! - está bem. Pelo menos, em relação ao resfriado. É que no fim de semana você ficou muito irritado e não conseguimos descobrir exatamente porque. Se esticando todo, chorando sem parar, não conseguiu dormir direito... Aí a gente fica naquela: é o estômago, é fome, é o dente, são gases... Mas nunca dá para bater o martelo. O que podemos fazer é te dar os remédios de praxe e fazer o possível pra tentar te acalmar e te distrair. Mas hoje, parece que você está melhor. Aliás, à noite já foi mais tranquila e você dormiu bem de ontem pra hoje.

Agora, vamos lá: queria começar agradecendo por existir no mundo uma coisa chamada amigos, filho. Lembra que no último post, eu disse que era o aniversário do papai? Então, não íamos fazer nada, por falta de planejamento e também por falta de cabeça. Mas aí, em cima do laço, a mamãe decidiu aproveitar um chopp de despedida do primo João, que estava voltando para Portugal, para tentar reunir os amigos do papai de surpresa. Não tava levando a menor fé, já que chamei o povo por e-mail, às oito da noite do dia anterior e seria numa quarta-feira, mas... Apareceu quase todo mundo e o papai ficou muito, muito, muito feliz! E, claro, a mamãe também pela tarefa bem-sucedida. Foi a primeira vez que fiz algo de surpresa pra ele e deu certo!!!



































Foi uma noite muito bacana, que nos ajudou bastante a espairecer. Você, apesar de não ter aparecido nas fotos, compareceu no comecinho. Depois, foi para a vovó.

Bom, no dia seguinte, tivemos uma notícia ruim de que o Rex, nosso au-au que estava na casa da vovó Zita, passava muito mal. Lá foi você de novo pra vovó para que eu e o papai fôssemos ver o Rex. A essa altura, já internado numa clínica. Ainda bem que fomos vê-lo tarde da noite mesmo, perereco. Assim, conseguimos nos despedir. Rex foi encontrar a Lua no sábado de manhazinha. Agora, nossos dois cachorros estão juntos lá no céu, olhando por nós com os anjinhos. Um dia mamãe te conta como o Rex era sapeca, filho. Fazia um monte de besteira, mas com uma cara tão meiguinha, que era impossível brigar de verdade com ele. Esse vira-lata sem vergonha acompanhou a história da mamãe e do papai desde o início e morou com a gente em três! casas diferentes. Sempre feliz, pelo simples fato de estar conosco.
















Continuando o sábado, assim que acordamos, seu pai quis te levar à praia. Encasquetou que precisávamos da água do mar. (Viu, Marina?! Seu nome, decididamente, não foi escolhido a esmo. Seu pai gosta muito do mar). E foi bom mesmo. Apesar de ficarmos pouquinho porque você não está podendo pegar vento etc, deu pra bater boas fotos e fazer nosso vídeo das clássicas passadas para a água...

video














Barriga da Marina! 6 meses.


E um sorriso que todo mundo merece...

Logo depois, fomos ao centro espírita Tupyara fazer sua terceira cirurgia espiritual. Papai teve vontade de marcar e a mamãe apoiou. Como já falei aqui, não sou tão crente como o seu pai no mundo espiritual, mas cada vez simpatizo mais e acho que tudo que vem para o bem está valendo. Desta vez, ele entrou com você e acho que isso fez bem a ele. Das outras duas vezes, como você ainda era muito pequenininho, achamos melhor eu entrar pra você não ficar assustado. Mas agora que você já está grandão e conhece e confia muito no seu papai, não tiveram problemas. Por conta da cirurgia, passamos o resto do dia quietinhos em casa. Como eu falei, você não estava muito bem, mas mesmo assim, fizemos o possível para te manter calmo e sereno.

E no domingo, aproveitamos o calorão e o vento zero para te levar de tarde à piscina! Lá na casa da vovó Zita. Foi ótimo. Você deu uma acalmada, nadou, se divertiu e a gente pôde respirar um pouco porque a sua irritação estava nos preocupando. Pra fechar o dia, passamos na festinha do seu amigo Bento, filho da Fernanda e do Leka, amigos do papai e da mamãe. Ele adorou o carrinho que demos a ele e você ficou todo feliz na hora do bolo, vendo a vela de estrelinhas acesa. Com certeza, daqui a um mês, nos seus 2 aninhos, também vai ganhar uma!

É isso, pitoco. Espero que as próximas notícias aqui sejam sobre a sua cirurgia gástrica. Estamos na expectativa de que aconteça muito em breve.

Beijo da mamãe.

2 comentários:

  1. Que legal tudo isso! Parabéns para vcs!

    ResponderExcluir
  2. Querida irmã, muita paz! Lindo o amor que a nutre na luta diária de seu filhote. Deus, nosso pai, te confiou essa tarefa, e você tem a oportunidade de auxiliar como já foi auxiliada um dia. Nosso Pai, que é soberanamente justo e bom, sabe a necessidade de nossos desafios em cada encarnação e nunca nos desampara. Jesus esteja sempre contigo e parabéns, vocês são grandes vitoriosos na batalha do amor.
    Fraternalmente, Thiago Brito

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós!