Atenção!

"(...) apesar de ter mergulhado de cabeça nesse misterioso mundo das lesões neurológicas e suas possíveis consequências, não sou médica. Tudo o que coloco aqui são impressões e experiências pessoais. (...) Enfim, não sou uma profissional da saúde, apenas uma mãe muito, muito, muito esforçada em início de carreira".



quarta-feira, 30 de maio de 2012

Tia 2

Ai, mais que demooora pra escrever aqui, né filhote?! Enfim, vou dispensar a lenga-lenga da correria e partir logo pro assunto que já era pra ter me trazido aqui há um tempão...

Bem, falei no último post sobre a entrada de duas tias novas em nossas vidas, certo? Pois então, já que falamos da tia Miryam - que, por sinal, estamos adorando! - é hora de falar da tia Marcia. Marcia Menezes, sua nova fonoaudióloga. Motivo da troca: nossa mudança de endereço pura e simplesmente. Juro que desta vez não foi nenhuma insatisfação com a antiga. Leia-se Tina Poyart, para sempre em nossos corações.

Mas então, por mais uma feliz ação do destino e, claro, graças a indicações muito bem-vindas, também acho que acertamos nessa nova escolha. Fui com a cara da tia Marcia. Pronto, falei. É que você conhece sua mãe, né perereco?! Às vezes encrenco sem muito motivo aparente ou demoro pra me render a novas pessoas. Mas isso não aconteceu com a tia Marcia. Já tivemos três atendimentos e estou gostando bastante da dinâmica. Coisas que ajudam: a localilazição, perto da nossa nova casa e bem agradável de se passear, pois fica num centro comercial grande; facilidade de trânsito e estacionamento; e a sua boa fase. Não dá pra negar que ela - que vem desde o fim do ano passado - está fazendo com que tudo fique mais fácil e produtivo.

Falando mais especificamente do que eu chamei de dinâmica, a gente sempre treina aí o seu 'comer' pra ele não ficar esquecido nunca! Cada terça é uma tentativa com um cardápio diferente. Junto com isso, buscamos sempre o melhor posicionamento postural para te facilitar a vida e conversa-se sobre dicas e possibilidades para fazermos também em casa. Tem exercícios na musculatura do rosto, principalmente pra te ajudar a engolir, sua maior tortura... E, no fim, pra tia Marcia não ser só chata - como ela mesma diz - tem sempre um momento de prazer e brincadeira no balanço, ou no computador com o Coelho sabido ou alguma outra atividade via I-pad, em que estimulamos sons, balbucios e qualquer coisa que remeta à fala. 
                                    
Estou usando 'nós' porque é assim que eu encaro todas as suas atividades, filho meu. Há muito tempo percebi como eu, minha energia, meu humor, minha empolgação e, essencialmente, a minha colaboração são determinantes para o rendimento satisfatório do produto, digamos assim. Não sei, talvez um dia seja possível te largar numa atividade e ir fazer a unha enquanto isso, por exemplo. Mas até hoje ainda sinto que sou parte totalmente necessária nos atendimentos. Pode ser também que haja crianças e crianças. Algumas que rendam melhor com a mãe; outras, ao contrário, que façam menos manha sem a presença materna; e até as que não demonstrem muita diferença com ou sem mamãe. Mas, por enquanto, eu e você, você e eu somos eu e você, você e eu.

Pra fechar, quero dizer com muita satisfação que estou conseguindo fazer o dever de casa da tia Miryam de usar os cartões na escolha dos brinquedos. (Fiz direitinho com os seus brinquedos fotografados e plastificados) Todos os dias a gente treina. E já consigo perceber bem que você 'entendeu' o negócio e gosta de me mostrar com qual brinquedo quer brincar. Essa evolução tem sido tão rápida que a própria tia Miryam também já percebeu no consultório e já nos deu novas tarefas como tirar fotos de você no carrinho, para ser 'o passear'; você pintando; e de um conjunto grande de brinquedos para ser 'o brincar'. Ou seja, seguiremos agora para novas categorias. E assim, vamo que vamo!

A pedidos, fotos recentes de Dona Marinoca, nariz de pipoca:



 









2 comentários:

  1. andrea bungarten4 de junho de 2012 11:58

    Ola Adriana,
    Queria aproveitar o seu blog para divulgar que tenho uma caixa fechada do medicamento Sabril (anticonvulsivo) que vencerá em julho. Como nao vamos mais utilizar queria repassar. Alguem tem interesse? Bjs. Obrigada!
    Andrea (mae do Lucas)

    ResponderExcluir
  2. Oi pessoal, olha vovó aqui de novo. Andei enrolada pra variar, mas estava doida pra saber das novidades do jeito que só a mãe de vcs sabe contar. Gostei do seu progresso com o posicionamento postural, a prova de cardápios diferentes, com os cartões pra escolher brinquedos e principalmente adorei perceber o seu interesse, a aceitação das tias e a adaptação relâmpago por toda essa nova dinâmica, como a mamãe mesmo disse. Mas não foi surpresa pra mim pq vc sempre foi e sempre será um menino nota deeez!!! Vovó foi só uma vez, com vc, nas tias Marcia e Miryam, mas tb gostou muito delas. Bj perereco, continue assim com esse seu imenso interesse por todas as coisas que vai chegar muito além do que vc mesmo possa imaginar. E, AP, vc já viu como a irmãzinha tá cada vez mais fofa? Vovó tá mandando um beijão pra ela tb.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para nós!