Atenção!

"(...) apesar de ter mergulhado de cabeça nesse misterioso mundo das lesões neurológicas e suas possíveis consequências, não sou médica. Tudo o que coloco aqui são impressões e experiências pessoais. (...) Enfim, não sou uma profissional da saúde, apenas uma mãe muito, muito, muito esforçada em início de carreira".



sexta-feira, 3 de maio de 2013

Outdoor

Falando um pouquinho sobre o andador fora da escola.

Bem, filhotinho, como tudo na vida andar de andador requer prática. E vejo isso muito bem hoje. Pois quando ele chegou aqui em casa no meio do carnaval, apesar da sua felicidade total e absoluta, os passos ali ainda estavam sendo ensaiados. E era bem irregular. Tinha horas em que você engrenava, outras que se enrolava todo...

Normal. Na segunda-feira seguinte, sem nem tempo de nos entendermos bem com os ajustes, seu trambolhão amigo já foi pra escola com você. E lá, obviamente, foi acontecendo a mesma coisa que em casa. A coisa se mostrou uma solução excelente para a sua qualidade de vida, mas ainda estava literalmente caminhando.

O tempo passa, o tempo voa e com a prática vem vindo a superação. É incrível como seu esforço real ali trouxe resultados. Você está aprendendo por livre e expontânea vontade a se virar melhor com seu mustang azul já cheio de arranhões de estrada.

E aí, naturalmente, seu andador foi saindo de ambientes mais controlados como o nosso apartamento, nosso condomínio e a escola para ganhar os corredores e pisos de lugares bem povoados e diversos. Nossos passeios em shoppings e parques públicos viraram rotina. E por onde você passa, faz o maior sucesso!

Nossa única limitação ainda é de espaço. Quando pensamos em passear com você, a busca é sempre por locais grandes e com bastante área livre para facilitar a locomoção no andador que ainda é um acessório grande e pesado.

Mas para a nossa sorte o Rio está cheio de shoppings de corredores largos, parques com pistas de esportes radicais e ciclovias bem cuidadas.

É isso. Quis vir aqui deixar um incentivo sincero para todas as mães que estão vendo o filho ainda iniciando uma atividade nova. Prática, prática e prática! E paciência. Aquela nossa velha e sábia palavrinha...
Prontos pra sair. Eu não quis o capacete, mas minha irmã quis.
linda e sapeca

de boca cheia, comendo pão de queijo
Retinho, retinho...

olha eu lá atrás!


minha irmã descolou um carro de um amigo meu...

dando ideia pro menino mais velho

e eu só olhando.

pista radical!



 Descendo a rampa:
video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é muito importante para nós!